quarta-feira, 1 de julho de 2009

Nada como o sol

Depois de noites escuras
No fim de tempestades
Nada como a certeza que por pior que tudo esteja, uma hora o sol vai surgir
O sol é o sinal de que tudo está como deveria
O que não tem jeito, deixa pra lá, é porque não tem mesmo
O que parecia impossível resolveu-se, e adivinha só?
O sol apareceu do mesmo jeito, na mesma hora de sempre.
Depois de tudo, se o sol ainda teima em aparecer, é por que nem tudo está perdido.

2 comentários:

Maria Regina disse...

Mas é claro que o sol, vai voltar amanhã... Mais uma vez, eu sei.... ( Renato Russo)
Seu poema me remeteu a esta linda música, que eu adoro.
Obrigada pelo comentário, e pelo carinho
Beijo

Elisangela Elisangela disse...

Uma boa noite !!!
:-(